5 motivos para sua micro ou pequena empresa ser social!

[EDITADO] Muita gente me mandou e-mail sobre esse post, quando ele foi publicado lá no facebook do Eita há um tempo atrás. Ai, criei um material para download que você pode baixar aqui 🙂

Um dos maiores gritos e pedidos de socorro em diversos grupos de empreendedores é sempre: “Socorro, como posso cuidar das minhas redes sociais? Eu preciso estar nelas?”. É fato sabido que as redes e mídias sociais caíram no gosto do nosso amado povo brasileiro. Antigamente se dizia que, se a empresa não tem site, ela não existe. Hoje em dia, diversas marcas abrem mão do site por um Facebook eficaz e bem alimentado.

Com aproximadamente 8 em cada 10 brasileiros online no Facebook (o que nos leva a números como 99 milhões de usuários ativos por mê), as mídias sociais têm desempenhado uma função muito além de relacionamento entre cliente/empresa: elas atraem mais pessoas publicando conteúdo interessante e com o aumento do uso de smartphones e dispositivos móveis, as empresas que identificarem a melhor forma de estar presente, tem grandes chances de serem líderes de mercado

Sua empresa, média, pequena ou micro DEVE aproveitar esse momento que a tecnologia está ao alcance de todos, que os dispositivos eletrônicos hoje estão acessíveis para todas as classes sociais e mais: prestar bem atenção onde seu público está e como se comporta.

Quantos pequenos empreendedores não fazem vendas pelo Instagram? Com certeza você conhece algum. E olha a genialidade da coisa: A plataforma do Instagram não foi, naturalmente, criada para isso e mesmo assim as pessoas criam oportunidades ali, de diferentes maneiras e conseguem sucesso. Esse movimento foi tão massivo, que o Instagram remodelou o plano de negócios e integrou esse hábito no fluxo do algoritmo! Sua ideia de negócio é muito mais importante quando ela toma outros rumos, quando mais pessoas tomam ciência dela e portanto: a compram com mais facilidade.

Vamos ver uma lista com dicas para que a sua empresa seja verdadeiramente social e consiga morder a sua fatia desse fenômeno? 🙂

1. “Oi, compra meu produto?” X “Oi, vamos conversar sobre seus interesses?”;

As mídias sociais não têm esse nome por acaso. É pra ser SOCIAL! Nada de ser aquela fanpage que publica promoção e produtos o tempo todo… o usuário quer conteúdo, quer conversar, quer trocar, quer perguntar, que informação, quer SOCIALIZAR… faça isso e os usuários irão se atrair, com certeza. Redes e mídias sociais são relacionamento, puro e simples.

2. Engajamento, eu te amo!

Perceba que tipo de conteúdo seu público consome e faça. Crie promoções, sorteios (lembrando de seguir as regras da Caixa de criação de sorteios e concursos culturais!), encontros e etc. As mídias foram feitas para que as pessoas se relacionem. Ouça seu possível cliente, faça uma pesquisa sobre o que este público gosta e traga ele para perto de você.

3. Traga a meta para o RESULTADO;

Uma máxima que eu falo para todo mundo: “Like não paga conta”. O ideal é que a sua estratégia reverta em vendas. Faça de modo que as ações tragam retorno financeiro, que os clientes comprem aquilo que você está disposto a vender, seu serviço ou produto. Uma imagem de ‘bom feriado’, ‘enfim a sexta feira’ podem ganhar MUITOS likes, mas, com pouco resultado real. Esse tipo de comunicação deve ser pensada para ajudar na estratégia de ganho de engajamento, apenas 😉
Outro ponto importante: uma estratégia de conteúdos embasada pura e simplesmente em anúncios não é resultado, é compra desse resultado. E deve ser analisada como tal.

4. Seja coerente com seu conteúdo;

Os seguidores que você mantém te seguem por um único motivo: o que você tem feito agrada. Por isso, mantenha um foco nas suas publicações e sustente o seu conteúdo por onde ele dá certo. Qualidade do conteúdo, frequência e claro, relacionado com o sua empresa ou negócio. Foque nessas diretrizes para manter um bom relacionamento.

5. Invista. Seja em tempo ou em uma empresa para ajudar;

Tudo isso toma tempo. Muito tempo! São horas de estudo, horas de trabalho e etc. Por isso, o pequeno empresário precisa entender que este é um caminho quase sem escolha: as mídias fazem sucesso e acreditamos que com o passar dos anos elas apenas se modifiquem um pouco, mas desaparecer? Muito difícil. Com o trabalho que realizamos na agência, eu ganhei muita experiência – por isso hoje sou diretora de arte full stack! Meu foco principal são PME’s e consigo entender MUITO bem as pedrinhas no sapato que podem estar incomodando seus pés e estou aqui para ajudar. Para caminhar junto, dividindo meus saberes com você e ajudando você a, pura e simplesmente, atingir seus objetivos! 🙂

Por isso que existe a mentoria do Eita, com Pati Borbolla, que foi criada justamente para quem realmente não consegue pagar para uma empresa cuidar das redes sociais, tornando menos solitário esse momento de planejamento, estratégia e plano de ação
Para saber se a mentoria é para você, clique aqui e agende um diagnóstico – sem custo algum

Add A Comment