Como funciona o processo de criação de um logo

Ao abrir um negócio, a primeira coisa que vem a cabeça, após a estruturação da empresa é: preciso de um logo! Alguns se aventuram em tentar fazer sozinhos (ou via aplicativos, como a WeDoLogos), na maioria das vezes para economizar, mas o ideal é investir em um designer, que irá criar um logo com a cara da sua empresa.

Mas e o que é um logo? Logo ou logotipo, é aquela coisinha gráfica que o cliente visualiza e sabe qual empresa ele está vendo. É a cara da sua empresa! Ele pode ser somente ícone, como o da Nike ou Apple, ícone e texto, como Carrefour ou Burguer King, ou somente tipografia, como Walt Disney ou Coca-Cola.

Ao pensar no seu logo você deve transmitir a sua ideia, o seu produto e o seu mercado. Entender que nem sempre o seu gosto pessoal deve nortear a sua decisão é imprescindível. Ao contratar alguém que tenha know how e que você confie, deixe-o livre para apresentar as sugestões, sem limitar o processo criativo.

Aqui na Borbolla•baroni temos um case maravilhoso pra ilustrar. A Mari Pretti, uma confeiteira maravilhosa, queria mudar a identidade visual da marca dela, a Mari Pretti Ateliê de Delícias. A ideia inicial era um logo rococó, cheio de detalhes. Nós propusemos uma versão bem modernosa, com cores fortes, mostrando que a marca dela é assim. Ela se encantou de cara!

Então é muito importante ter em mente que o seu logo deve refletir a essência da sua empresa, casar com o mercado em que atua, sendo “lugar comum” mas com um outstanding, para que se destaque de seus concorrentes. Não esquecendo que deve ser agradável quando impresso em cores, preto e branco e quando reduzido.

Quando o designer apresenta o conceito, normalmente faz uma defesa dos pontos principais que levaram a criação daquele conceito e foram colocados após análise de mercado e concorrência. Não existe regra do que deve e não deve ter em um logo. Como dissemos, ele pode ter ícone, letras e linha fina, ou não.

Isso nos leva a mais um caso da Borbolla•baroni. A Awakening Touch precisava de uma identidade visual que mostrasse qual é seu conceito. Nossa diva da criação elaborou um logo que transmite todo o conceito do que é a empresa, sem usar nenhuma letra. Somente o ícone já diz tudo.

E por que estamos falando tudo isso? Porque não existe um padrão na na criação de um logo. Após a coleta do briefing (que na Borbolla•baroni é um mix do normal com uma metodologia exclusiva) e análise de mercado e concorrentes, cria-se a rota criativa, que aqui são duas. Sempre. O cliente escolhe a rota que quer seguir e vamos lapidando até chegar ao produto final.

Um segredo que a gente pode contar? Nossa metodologia funciona tão bem, que normalmente nossos logos tem sido aprovados logo no estágio do conceito. 😉

Está precisando de logo? #vem pra Borbolla•baroni.

Sem Comentários

Deixe um Comentário: