Para quê serve um site? O que minha empresa ganha?

Muitos pequenos empresários e empreendedores ainda se perguntam qual o real motivo de ter um site, o que a empresa dele tem a ganhar ou perder com isso, se o investimento realmente vale a pena e etc.
Vamos conversar sobre essas e outras questões que deixam o empreendedor confuso na hora de projetar a empresa dele nos meios digitais?

Um site nada mais é que uma extensão da sua marca. É como uma vitrine que mostra seus produtos, seus serviços, mostra como você faz, de que maneira faz, porque faz e como você resolve problemas, na internet.
Imagine ter sua empresa aberta 24hrs por dia com todas as informações de que o visitante precisa para contratar você, o que leva ele decidir pela compra ou não. É isso!

O tempo passou, a tecnologia continuou evoluindo e nos trouxe novas maneiras de comunicar e interagir com as pessoas, possíveis clientes e etc. As mídias sociais como um todo fizeram parte dessa evolução e se aliaram aos sites para que todas essas estratégias funcionassem em conjunto para, no fim das contas: atrair mais visitantes, gerar mais ‘brand awareness‘ e mais receita .

Como uma ferramenta de publicidade de baixo custo (se comparar o jornal, televisão, rádio) a ferramenta se popularizou também entre o pequeno empresário que pôde desfrutar dessa nova onda digital que o mundo se encontra.

E ai, sempre acaba surgindo a pergunta: Qual a finalidade de um site? Por quê preciso de um? É caro? Trás retorno mesmo?

Então, vamos responder estas e outras questões? Hoje, vamos falar apenas de institucional. E-commerce deixamos para uma próxima vez, ok?

1. Por que ter um site institucional? Qual o objetivo?

Pense no seguinte: um cliente passa em frente á sua loja, entra, você o atende bem, você mostra seus serviços e ele gosta, agrada, e ele sai dali satisfeito e compra seu serviço. O seu site tem o objetivo de encurtar todo esse processo. Fazer o seu possível cliente entrar na sua página, conhecer sua história, seus serviços, suas soluções, confiar no que está sendo apresentado ali e entrar em contato com você a fim de comprar seus serviços, já que você se apresentou de maneira valorosa para ele. Resumo: gerou VALOR na operação. O cliente confiou em você pela maneira como você se apresentou. Show, né?

2. Agregar o tal do valor à sua marca

Quando sua empresa se apresenta na internet de maneira profissional, pensada para o público alvo, com chamadas e estratégias para alcançar mais pessoas, com um layout responsivo para funcionar em todos os dispositivos ela só tem a ganhar. Quem vê sua marca na internet assim, confia, acredita e deposita fichas no seu projeto/trabalho. Estar na internet só não basta. Tem que estar da maneira correta, gerando valor para a sua marca, passando credibilidade para quem acessa. Dizer que hoje não ter um site é como estar fora dos negócios não é mais novidade, é fato. O mundo é digital e fica mais a cada instante e por isso, sua empresa pode se aproveitar e colher melhores resultados financeiros. Importante lembrar: um site responsivo não é um site mobile. Um site responsivo se adapta ao tamanho de tela em que é aberto, adequeando o layout para uma navegação mais rica para o usuário.

3. Facilita seu atendimento 

Sabia que sua página pode servir como um pós venda também? Se você vende um tipo de serviço que requer um treinamento específico, você pode explorar seu site com um atendimento via chat, auxiliar os usuários de maneira dinâmica, postar conteúdos, manuais e etc. Facilite o atendimento pós venda e automaticamente estará facilitando a pré-venda também. Será mais fácil comprar seus serviços quando o usuário percebe que a empresa têm uma presença digital bem definida.

4. Fazer seu telefone tocar mais

Com seu projeto pronto, seu site desenvolvido por profissionais na área de comunicação e desenvolvimento, seu público alvo bem definido, sua estratégia bem montada para atingi-lo, é certo que seu telefone irá tocar mais. Não é otimismo barato. É factual. Sua empresa será encontrada com mais facilidade, será mais fácil confiar em você e todos os visitantes que você tiver terão uma experiência BOA ao visitar sua página. Por isso, não deixe que a experiência do seu possível cliente, na internet, seja programada e preparada por qualquer empresa.

5. Custo benefício

Um site funciona como um investimento e este investimento tem que trazer retorno. É claro que quando se fala de custo, dinheiro, lucro, retorno e etc fica um pouco mais subjetivo, pois, cada projeto tem um objetivo e cada negócio tem suas particularidades. Mas é certo que  um site institucional traz mais profissionalismo para sua marca, traz confiabilidade, transparência e isso por si só já vale o investimento. E existem também campanhas pontuais de prospecção que trazem resultados reais, de recurso e de curto prazo. Hoje para se manter um site são necessários 2 serviços: Hospedagem (onde o site fica ‘instalado’) e um domínio (seunome.com.br, por ex.). Com isso, muitos empreendedores se enganam quando contratam empresas de hospedagem para desenvolver seu site (ou desenvolver ele mesmo). Um site não é só um conjunto de códigos como um programa que não tem obrigação de ter apelo publicitário. É uma ferramenta de comunicação e divulgação e deve ser feita por quem entende do assunto.
Já viu advogado fazendo cirurgias cardíacas? Eu também não, então, tome cuidado.

6. Seja encontrado com mais facilidade

Você já conhece os sites responsivos, que se adaptam ao dispositivo do usuário? Isso quer dizer que ele pode te procurar pelo celular, tablet, computador, notebook, tv e etc que terá uma experiência boa de navegar na sua página sem precisar ficar dando ‘zoom’ com os dedos para ler o que está escrito. Tem rápido carregamento, ganha posições nas buscas orgânicas (no google por exemplo) por ser responsivo e transparece ainda mais profissionalismo. O site tem que facilitar sua comunicação e por isso, encontre quem seja capaz de projetar sua empresa na internet, de maneira profissional.

O time de desenvolvimento da Borbolla•baroni adora ajudar empresas a se derem bem no programa “Um Site Para Chamar De Meu” 😀 #vem bater um papo!

Sem Comentários

Deixe um Comentário: